Ciatalgia e suas ramificaçãoes








Imagem relacionada

Ciatalgia é a dor provocada pela irritação de uma ou mais raízes nervosas da coluna lombar, irradiando-se pelo membro inferior, geralmente com um trajeto bem definido. A dor no nervo ciático é caracterizada por uma sensação de queimação, fisgadas, dormência e falta de sensibilidade; é uma dor desesperadora e insuportável para quem sente, ocorrendo no local da lesão ou na região que o nervo percorre. Na Síndrome do Piriforme a dor pode chegar ao joelho ou parte posterior da panturrilha, já que o nervo ciático se divide em Tibial que atravessa a panturrilha e vai até a sola do pé ou na parte lateral do joelho provocado pelo nervo Fibular Comum.

A dor ciática acomete homens e mulheres em todas as idades, no entanto, é mais comum dos 30 anos aos 40 anos, faixa etária na qual excessos como sobrecarga de exercícios e de peso, são mais freqüentes. Com o avanço da idade, é ainda mais fácil adquirir uma dor ciática, que pode ter como principal causa a hérnia de disco, geralmente decorrente de processo traumático como um mau jeito; mas as dores também podem ocorrer devido a inflamações no próprio nervo por compressões da musculatura como o espasmo do músculo Piriforme ou trauma direto sobre o nervo, produzido por exemplo por uma injeção mal aplicada ou mesmo uma metástase cancerígena.

O nervo ciático é formado por raízes nervosas que nascem na medula espinhal região lombar e se unem na altura da região glútea formando um nervo calibroso, que segue seu trajeto na parte posterior da coxa, emitindo ramificações à semelhança de uma rede elétrica. Pelo tipo de dor e pela zona que ela atinge podemos determinar qual a raiz nervosa lesionada. O nervo Ciático leva enervação para toda a musculatura dos membros inferiores, sendo responsável pela sensibilidade, flexibilidade e força da região lombar, nádegas, pernas e pés. Assim, a dor causada por ele atinge uma grande extensão do corpo.

Na região do quadril o nervo ciático passa internamente pelo músculo Piriforme e lateralmente pelos músculos Obturador Interno e os Gêmeos Inferior e Superior.Quando o músculo Piriforme encontra-se em espasmo muscular, ele por sua vez comprime o nervo ciático produzindo dor, por isso o nome da patologia de Síndrome do Piriforme.

Imagem relacionada 

Ciclistas, triatletas e corredores apresentam esse tipo de patologia porque o Músculo Piriforme encontra-se encurtado levando a uma compressão do nervo. A posição na bicicleta e o tipo de corrida (ex.: treinos de subida) são alguns dos fatores. Pessoas sedentárias também podem apresentar compressão do Nervo ciático pelo Músculo Piriforme, quando se encontram muitas horas sentadas, fazem caminhadas sem preparar o músculo com alongamentos antes e depois da atividade, donas de casa ao realizarem suas tarefas como varrer, passar pano no chão, passar roupas , pessoas que permanecem muito tempo em pé sem intercalar o peso sob as pernas; motoristas de ônibus ou até mesmo pessoas que dirigem várias horas podem ter contratura de Piriforme.

Quando a dor começa a se manifestar, o ideal é que o indivíduo procure um ortopedista, que através de exames como radiografia, tomografia e ressonância magnética vai se certificar sobre qual é causa dessa dor e, desse modo, indicar o tratamento correto.

Publicado 02/01/13
Revisado 25/04/19

Capacite-se para atender melhor os pacientes:
  • Anamnese - Passo a Passo para uma boa avaliação
  • Exercícios Físicos no Controle da Dor
  • Liberação Miofascial Instrumental MioBlaster (IASTM) + Ventosas

  • Gostou o texto? Nos siga nas redes sociais: Instagram, Facebook e Twitter

    Quer anunciar neste blog?
    Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

    Quer sugerir uma pauta?
    Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui

    Poste um Comentário

    Tecnologia do Blogger.