A fisioterapia neurológica


>



A fisioterapia Neurológica têm o objetivo de analisar os déficits neurológicos e determinar o tratamento adequado para cada paciente. O objetivo do tratamento é minimizar os efeitos da incapacidade, seja ela permanente ou não e readquirir a máxima independência funcional possível. Os resultados variam por muitas razões, por exemplo, grau do dano neurológico permanente, quais partes do sistema nervoso são afetadas, idade e capacidade anteriores do paciente, estado mental, motivação do paciente e condições associadas.

Os pacientes com incapacidades neurológicas podem apresentar distúrbios de movimento complexos e extensos, além de danos sensoriais e cognitivos necessitando da fisioterapia neurológica.
A solução destas disfunções pode ser considerada em ambos os contextos: tanto o do fisioterapeuta, que identifica os problemas do paciente e lança mão de recursos e técnicas fisioterapêuticas neurológicas para o tratamento global do indivíduo, quanto o do próprio paciente, que aprende a lutar com o déficit de movimento através de estratégias compensatórias.
A recuperação das funções perdidas é o objetivo final da fisioterapia neurológica e, vários são os meios para alcançá-la.

A Fisioterapia em Neurologia pode ser dividida em duas grandes áreas: adulto e infantil.

Algumas das patologias abordadas na fisioterapia neurológica são:

Pacientes com Acidente Vascular Encefálico (A.V.E);
Pacientes com Traumatismos Cranianos (T.C.E);
Pacientes com Traumas Raqui-Medulares (T.R.M);
Pacientes portadores de Paralisia Cerebral;
Pacientes portadores de Mielomeningocele;
Pacientes com Lesão em Plexo Braquial;
Pacientes portadores de Paralisias Faciais
Entre outros.
A fisioterapia neurológica A fisioterapia neurológica Revisado by Faça Fisioterapia on 07:30 Nota: 5