Identificado anticorpo contra Mal de Alzheimer








Pesquisadores da University College of London, no Reino Unido, identificaram anticorpos que bloqueiam o processo de desintegração das sinapses do Mal de Alzheimer. Com isso, aumentam as esperanças de um tratamento capaz de conter o declínio cognitivo na fase inicial da doença.

O Alzheimer é uma doença que se caracteriza por depósitos anormais no cérebro de uma proteína beta-amiloide que induz à perda de sinapses, que são as ligações entre os neurônios. Os cientistas descobriram que anticorpos específicos, que conseguem bloquear a função da proteína DKK1, são capazes de suprimir completamente o efeito tóxico da beta-amiloide durante as sinapses.

Segundo Patricia Salinas, bioquímica na University College of London, a descoberta leva à possibilidade de se pensar um tratamento que integre a proteína DKK1. "Esta pesquisa identifica a DKK1 como um potencial alvo terapêutico para o tratamento da doença de Alzheimer. Mais importante ainda, estes resultados aumentam as esperanças de um tratamento e, talvez, da prevenção do declínio cognitivo precoce na doença de Alzheimer," completa a pesquisadora.

Os resultados foram publicados na revista científica Journal of Neuroscience.



Capacite-se para atender melhor os pacientes:
  • Anamnese - Passo a Passo para uma boa avaliação
  • Exercícios Físicos no Controle da Dor
  • Liberação Miofascial Instrumental MioBlaster (IASTM) + Ventosas

  • Gostou o texto? Nos siga nas redes sociais: Instagram, Facebook e Twitter

    Quer anunciar neste blog?
    Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

    Quer sugerir uma pauta?
    Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui

    Poste um Comentário

    Tecnologia do Blogger.