sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Doença de Pott ou tuberculose vertebral







mal de Pott (ou doença de Pott ou tuberculose vertebral) é uma formade apresentação de tuberculose extrapulmonar, onde a coluna vertebral é afetada. A doença foi descrita em 1799, por Percivall Pott (1714-1788), um cirurgião londrino. É mais comum atingir as vértebras T8 à L3. A doença começa no corpo vertebral anterior. O disco adjacente é envolvido, levando a um estreitamento do espaço entre os discos e herniação. Eventualmente a vértebra colapsa e porção anterior leva a uma cifose e/ou escoliose. As estruturas vertebrais posteriores (pedículos, espinha) são raramente envolvidos. Abscessos são formados adjacentes à coluna vertebral, e calcificação é patognomônico de tuberculose.

Os sinais e sintomas são: dorsalgia, febre, suor noturno, anorexia, perda de peso e dormência, formigamento e fraqueza muscular em membros inferiores.

O diagnóstico de dá por exame de sangue, PPD (purified protein derivative), radiografia da coluna vertebral, tomografia computadorizada da coluna vertebral, biópsia óssea e ressonância magnética.

O controle da disseminação da tuberculose pode prevenir o Mal de Pott. Pacientes que tiveram o teste PPD (teste cutâneo com injeção de tuberculina) positivo (mas não tuberculose ativa), podem ter seus riscos diminuídos com a utilização de medicamentos que previnem a tuberculose. Para o tratamento efetivo da tuberculose, é crucial que os pacientes tomem suas medicações exatamente como prescrito. O tratamento se dá por drogas antituberculosicas, analgesicos, imobilização da coluna vertebral e cirurgia, se necessária.

As complicações tardias são: colapso vertebral resultando em cifose, compressão do cordão espinhal, formação de sinus e paraplegia.



Já acessou o FAÇA FISIOTERAPIA hoje?
Saiba mais sobre ESSE ASSUNTO clicando aqui!
Receba as NOTÍCIAS no seu email se inscrevendo aqui!
Veja os melhores EQUIPAMENTOS e CURSOS ON LINE de Fisioterapia.
Assista VIDEOS de Fisioterapia



COMENTE O POST