Fisioterapia minimiza os problemas deixados pelo AVC


>





A fisioterapia é essencial na recuperação de quem sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC), mas o resultado depende de muita paciência e dedicação do paciente.

Há um mês, o autônomo Rodinei de Carvalho, de 51 anos, sofreu um AVC. Ele se lembra do que sentiu. Agora está em tratamento e faz sessões de fisioterapia. O primeiro passo, segundo a fisioterapeuta Francielle Democh, é trabalhar a flacidez que surge logo depois do derrame.

Os exercícios diários ajudam a fortalecer pescoço, cabeça e braços. O principal objetivo é tornar a pessoa o mais independente possível. No começo a recomendação é que a fisioterapia seja feita todos os dias. E a família também é fundamental na recuperação.

O tratamento é individual. E não tem data para terminar. Nada de resistência. A rotina do paciente e da família muda. E nessa hora entra a paciência.

Rodinei sabe muito disso. E não vê a hora de voltar. Força de vontade não falta. A superação vem a cada dia e com ela novas descobertas. A primeira conquista ele não esquece. Foi quando conseguiu apertar a mão de Francielle.

As vitórias não são apenas de quem teve um AVC. A fisioterapeuta também se emociona com seus sinais de melhora.

Share on Google Plus

About ADMIN

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment