Objetivos da fisioterapia nas lesões nervosas periféricas


>




A neuropatia periférica costuma produzir alterações como perda da sensibilidade, debilidade e atrofia musculares ou alteração do funcionamento dos órgãos internos. Os sintomas podem aparecer isolados ou em combinação de alguns deles. Por exemplo, os músculos que dependem de um nervo lesionado podem apresentar debilidade e atrofia. Pode surgir formigueiro, edema e rubor em diferentes partes do corpo. Os efeitos podem ser consequência da afecção de um único nervo (mononeuropatia), de dois ou mais nervos (mononeuropatia múltipla) ou de muitos nervos, simultaneamente, por todo o corpo (polineuropatia).

Há alguns objetivos na reabilitação de Lesões Nervosas Periféricas que devem ser traçados através de uma avaliação individualizada:

- restaurar a capacidade funcional do paciente;
- auxiliar e promover o retorno do paciente as suas funções cotidianas normais;
- ensinar o paciente a ser o mais independente possível, mesmo com suas alterações funcionais;
- relembrar como realizar os movimentos perdidos com a lesão;
- orientar maneiras de os familiares ajudarem o paciente;
- ensinar exercícios para os familiares realizarem com o paciente em casa;
- prevenir deformidades decorrentes do mau uso do membro afetado;
- reduzir aderências da pele provenientes de cicatrizes;
- melhorar a circulação local e global;
- prevenir atrofia, ou seja, perda da massa muscular (parece que faz um buraco profundo na pele);
- estimular a movimentação ativa global;
- estimular os músculos paralisados;
- evocar o retorno da sensibilidade;
- fortalecer os músculos, evitando fraqueza muscular;
- alongar os músculos pouco usados e os paralisados;
- aliviar a dor;
- melhorar a postura;
- orientar órteses;
- manter ou melhorar a função dos músculos respiratórios;
- melhorar a coordenação motora;
- promover a estabilidade das articulações ("juntas");
- e, finalmente, trazer maior satisfação ao paciente.




Objetivos da fisioterapia nas lesões nervosas periféricas Objetivos da fisioterapia nas lesões nervosas periféricas Revisado by ADMIN on 10:53 Nota: 5